Buscar
  • Dr Heli Souza

Bronquiectasias: forma e função andam juntos nos pulmões



Bronquiectasias são brônquios doentes que ficam dilatados

📣Bronquiectasias são dilatações dos brônquios. 🔙 A maioria dos casos é consequência de uma infecção prévia (como Sarampo ou Tuberculose). Mas outras causas também são comuns. É fundamental considerar e investigar infecções ativas, aspergilose broncopulmonar alérgica, doenças reumatológicas, causas obstrutivas (como câncer), fibrose cística, discinesia ciliar, imunodeficiência, asma e DPOC. 🔭 Por isso, a investigação precisa de uma história clínica bem feita: vamos conversar sobre sintomas, evolução, períodos de piora e comportamento da sua doença. É recomendado uma investigação mínima com tomografia, escarros, espirometria, investigação para ABPA e imunodeficiências. Muitas vezes com o que você contar, vou poder solicitar exames específicos pensando em causas mais raras. 🖥️ O diagnóstico da doença geralmente é feito através da Tomografia de Tórax. Vemos um brônquio dilatado. Mas como sabemos que ele está dilatado? Qual o tamanho normal?

Do lado de cada brônquio existe um vaso sanguíneo, e o brônquio tem no máximo o mesmo tamanho desse vaso. Se o brônquio for maior do que o vaso em diâmetro: ele está aumentado, tendo a forma de um "anel de sinete" (nome do sinal radiológico), e definindo uma Bronquiectasia. 📝 Outras alterações tomográficas são o espassamento da parede, brônquios visíveis na periferia do pulmão e acúmulo de secreção dentro da via aérea. 📌 O tratamento é complexo. Vamos discutir, de acordo com os seus sintomas e apresentação clínica, o plano do seu tratamento. Os objetivos são claros: melhorar seus sintomas (a tosse e o catarro, e melhorando sua falta de ar), reduzir a frequência das exacerbações, eliminar possíveis bactérias dos seus pulmões e evitar que a doença continue piorando. Conte comigo para te ajudar no tratamento.


Até logo,

Dr Heli Souza

10 visualizações